PROJETO RESTAURAÇÃO

PROJETO RESTAURAÇÃO

E Jesus, respondendo, disse-lhes: Em verdade Elias virá primeiro e restaurará todas as coisas. Mt. 17.11





A Igreja Evangelica Assembléia de Deus de Espera Feliz toma parte neste grande projeto de restauração da nossa IDENTIDADE.
No versículo doze Jesus fala que Elias já havia vindo e é o que havia de vir. Creio que outros Elias estão surgindo neste primeiro século da igreja no Brasil em prol da restauração da nossa identidade, na verdade a história de Israel é muito comparativa com a história da igreja. “Vamos observar a história” pegando apenas a época de três monarcas antes de Elias ser despertado por Deus para esta restauração. Em 1º Reis 12:6-8 está escrito: o Rei Roboão vai pedir conselhos aos experientes anciãos e amigos de seu pai, mas os seus conselhos não satisfizeram o seu ego então foi buscar e ouvir os conselhos dos seus amigos jovens, assim estamos vendo hoje, o negócio é buscar o modernismo como Roboão; não querem ouvir os bons conselheiros, dizem que estes estão ultrapassados, são retrógrados e os tempos são modernos. O Rei Jeroboão, 1º Reis 12: 26,27 o que ele começa a pensar no seu coração, se o povo subir para fazer sacrifício na casa do Senhor em Jerusalém vão me deixar. O medo deste rei de ficar sozinho que o levou a cometer e induzir o povo a cometer um dos piores pecados que o povo de Deus possa praticar, que é abandono do verdadeiro Deus.
Assim muitos estão hoje como Jeroboão não pregam mais a palavra genuína do Senhor e abrem as portas para as inovações e o pecado em geral com medo de perder os crentes levianos para os do tipo Roboão. A visão de Jeroboão é autêntica, hoje tudo está moderno e não pode pregar como pregava antes, o que é doutrina faz virar costume, os bons costumes eles fazem desaparecer, mas tenho que dizer e graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo e, por meio de nós manifesta em todo lugar o cheiro do seu conhecimento porque para Deus somos o bom cheiro de Cristo, nos que se salvam e nos que se perdem. Para estes certamente, cheiro de morte para morte; mas, para aqueles, cheiro de vida para vida. E, para estas coisas quem é idôneo?
Porque nós não somos como muitos falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus. 2º Coríntios 2:14-17.

O que dizer do período funesto do Rei Acabe 1º Reis 16:30,31, este rei fez o que era mal aos olhos do Senhor, mais do que todos que foram antes dele. E ele achando que era coisa leve andar nos pecados de Jeroboão, como se não bastasse casou-se com Jezabel, filha de Etbaal rei dos Sidôneos. No tempo de Acabe o culto a baal predominou a maior parte da nação israelita. Foi jogada por terra a identidade espiritual, moral e até a ética familiar do povo de Deus. Os resultados funestos destes pecados na vida de Israel foram tão profundos espiritualmente que transpôs a vida de Israel para a vida da igreja como veremos a seguir.
Nunca houve períodos tão longos na vida de Israel com tanta idolatria de tantos falsos profetas e todo tipo de pecados como na época destes monarcas especialmente de Acabe e os profetas do Deus altíssimo sofriam muitas retaliações por falarem a verdade, tinha que prevalecer a doutrina maldita dos cultos a baal e a libertinagem apregoada por Jezabel quem não se submetesse era morto, 1º Reis 18:13. Foram dois demônios conjugados, no sentido da fertilidade do campo, dos animais e dos humanos. Azerá era o demônio feminino tido como deusa da fertilidade, esta com certeza era a sua protagonista com quem ela Jezabel queria mais se parecer, esta também é a deusa do dia dos namorados como dizem, em alguns lugares, aparece com outros nomes como Vênus deusa da formosura, Astarote Diana e ainda Afrodita, é conhecida (Aphrodite=grego) é a deusa dos afrodisíacos. Em Roma pelos meados d o Século III do imperador Claudio II este demônio tinha nome de Juno deusa da mulher, estão dentro das igrejas com muita formalidade e linguagem, um exemplo: fiquei com fulana ou fiquei com fulano etc.. para resumir o assunto vamos para bíblia.
Quarta carta à igreja de Tiatira, Ap. 2:18-20
E ao anjo da igreja de Tiatira escreve: isto diz o filho de Deus,
Eu conheço as tuas obras, e a tua caridade, e o teu serviço, e a tua fé, e a tua paciência, e que as tuas últimas obras são mais do que as primeiras.
Mas tenho contra ti o tolerares que Jezabel, mulher que se diz profetiza, ensina e engana os meus servos para que se prostituam e comam dos sacrifícios da idolatria.
São muitos os anjos que estão por aí fazendo tudo aparentemente certinho, mas concordando com o pecado nas suas casas e com medo de perder seus filiados para outros movimentos aceitam o espírito de Jezabel expandir e fazer aflorar a concupiscência da carne, dos olhos e a soberba da vida, em plenos cultos, e muito mais fora das igrejas.
Quem foi este Elias no Novo Testamento, de quem Jesus fala? Você já sabe que é de João Batista, quando ele aparece pregando o arrependimento para serdes batizados e serem salvos os judeus de Jerusalém, Judéia e da província adjacente ao Jordão. Confessava os pecados, isto é, cria na mensagem e se arrependia dos pecados para serem batizados estes temiam a Deus só não tinham recebido ainda a graça. Os farizeus e os saduceus queriam ser batizados como estavam e continuarem do mesmo jeito, então João não aceitou e disse:
Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?
Produzi pois frutos dignos de arrependimento, Mt. 3:1-12.
O crente precisa ter testemunho de conversão e aqui se vê também frutos exteriores, a identidade faz a diferença diante do homem de Deus e diante do mundo.
João Batista teve a cabeça decepada, mas não se calou diante do pecado, não omitiu a verdade.
Elias cumpriu a sua missão pela restauração da identidade de Israel, desafiou Acabe, Jezabel e todos os falsos profetas. O povo vivia um faz de contas, um verdadeiro folclore, mas em nome do Senhor. Elias conquistou a atenção do povo para o Senhor e para sua palavra de onde veio o grande reavivamento, depois o seu desalento, precisava ficar a sós com Deus. Lamentou com o Senhor que dos profetas do Senhor que zelava pela palavra e pregava a verdade só ele havia ficado com vida, ele se esqueceu dos cem profetas que foram guardados nas covas e não sabia dos sete mil que o Senhor falou para ele, os quais o Senhor havia guardado por não terem se curvado diante de baal 1º Rs. 19:18, é assim mesmo, muitas vezes pensamos que estamos sozinhos na guerra ou mesmo alguns companheiros dizem que você vai ficar sozinho se continuar pregando, até usando o termo, querendo ser igual a Elias ou querendo ser João Batista.
Mas o Deus que reanimou Elias também nos reanima a nós como outros Elias.
Talvez alguém te colocou em alguma cova ou em um calabouço, mais propriamente no cala-boca, na cova do desprezo etc... Porque você meu irmão não se curva diante dos baalins e não aceita a falsificação da palavra do Senhor Jesus, saiba que o Senhor tem te guardado, Ele os tirará das covas e juntará com os sete mil e com os Elias que estão em eminência nestes dias difíceis que estamos vivenciando um verdadeiro folclore. Estas desídias não são obras do mau, mas sim Deus permitindo para que os sinceros se manifestem como diz o apóstolo Paulo.
O Senhor Jesus disse que haveria de vir dentro da igreja muitos falsos profetas e muitos seriam enganados, a iniqüidade se multiplicaria e o amor haveria de esfriar na vida de muitos, também Ele disse, mas os que perseverarem até o fim será salvos.

Pastor Jurandir Ribeiro Santos
17 de Fevereiro 2012.